Última hora
This content is not available in your region

Suicidio não confirmado do refém britânico

Suicidio não confirmado do refém britânico
Tamanho do texto Aa Aa

Continuam nas mãos dos seus raptores os cinco reféns britânicos, um consultor e quatro guarda-costas, capturados no ministério da Economia em Bagdad em maio de 2007. O consultor em novas tecnologias é originário da cidade de Lincoln, leste da Inglaterra, e trabalha para uma empresa americana de gestão. A identidade dos guarda-costas não foi revelada, sabendo-se que trabalham para a empresa de segurança canadiana.

Num video enviado à redacção do Sunday Times, Os seqüestradores, do autodenominado grupo Resistência Islâmica Xiita no Iraque um refém identificado como “Jason” suicidou-se a 25 de Maio, quatro dias antes de completar um ano em cativeiro. O Governo britânico não conseguiu comprovar a veracidade do suposto suicídio nem a autenticidade do vídeo mas a notícia surge em plena visita do primeiro-ministro ao Iraque.

Gordon Brown declarou que a Grã-Bretanha manterá a decisão de retirar os seus militares do Iraque mas não estabeleceu um calendário. Brown voou depois até à região de Bossorá, principal centro de operações das tropas britânicas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.