Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Produto alemão em queda

 Produto alemão em queda
Tamanho do texto Aa Aa

O produto interno bruto da Alemanha sofreu uma considerável perda, no segundo trimestre do ano. A produção industrial desceu 2,4 por cento, em Junho, o que acontece pelo terceiro mês consecutivo.

Perante estes dados, os analistas não tem dúvidas: ainda vem longe o ponto de viragem e, portanto, não é possível, para já, inverter esta tendências. O regresso ao crescimento ainda vem longe.

Situação preocupante, por se tratar de uma economia que costuma ser a locomotiva das economias europeias. Em 2008, o crescimento não irá além dos 1.7. Mas, 2009, será ainda pior, com escassos 1.2.

O ministro das Finanças alemão admitiu, esta segunda-feira, que as boas perspectivas que o seu governo traçou no princípio do ano não se vão confirmar. Pelo contrário, os resultados da economia alemã estão mesmo em perda. Apesar de tudo, com crescimento, o que afasta o cenário de recessão.

É a confirmação das advertências deixadas, na semana passada, por Jean-Claud Trichet. O presidente do Banco Central Europeu disse que o crescimento na zona euro, seria fraco, nos dois últimos trimestres do ano.