Última hora
This content is not available in your region

Detenção de Karadzic provoca sentimentos contraditórios

 Detenção de Karadzic provoca sentimentos contraditórios
Tamanho do texto Aa Aa

Em Belgrado as capas dos jornais não escapam à detenção daquele que é considerado autor moral das piores atrocidades cometidas na Europa depois da II Guerra Mundial.

A captura dos principais fugitivos da guerra da Bósnia constitui uma das condições para a Sérvia entrar na União Europeia.

Nas ruas da capital sérvia existem sentimentos contraditórios.

“Não sabemos se ele é culpado e se matou alguém. Estamos a enviá-lo para Haia. Para o governo é bom mas para o povo não”, diz uma pessoa.

“Acho bem. É bom que o prendam e o enviem para Haia mas por outro lado ele é nosso, não gostaria que acabasse como os outros”, diz outra.

“É surpreendente e chocante ao mesmo tempo. Sou da república Srpska o que hei-de de dizer”, refere uma cidadã.

A maioria da população sérvia ambiciona a adesão do pais à União Europeia. Bruxelas felicitou a detenção de Radovan Karadzic.