A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Holanda

Holanda
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Radovan Karadzic já chegou ao aeroporto de
Roterdão, na Holanda, onde será conduzido até ao centro de detenção das Nações Unidas, junto do Tribunal Penal Internacional, em Haia.

O secretismo envolveu esta operação de extradição, que ocorreu a meio da noite, sem qualquer tipo de anúncio prévio.

A extradição foi assinada pela ministra sérvia da Justiça.

Karadzic anunciou que pretende defender-se em tribunal e por isso contratou uma equipa de assessores.

O ex-presidente da República Srpska foi detido no passado dia 21 de Julho nos arredores de Belgrado, depois de ter passado mais de 11 anos a monte, escondido atrás de falsas identidades.

Chegado a Haia, o ex-líder sérvio-bósnio vai responder perante as acusações de crimes de guerra, genocídio e crimes contra a humanidade, durante a guerra da Bósnia.