A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Governo italiano envia militares para as ruas

 Governo italiano envia militares para as ruas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 3.000 soldados começaram esta segunda-feira a patrulhar diversas cidades italianas. As patrulhas mistas de militares e polícias deverão prevenir o crime violento nas ruas e fazem parte de um plano do Governo que está a causar controvérsia em Itália. A medida foi apresentada pelo executivo de Sílvio Berlusconi em Julho e vai manter-se durante seis meses.

Em Roma foram destacados cerca de 400 militares que vão permanecer sobretudo nas estações de metro e junto de um centro de imigrantes. A população da capital divide-se quanto à eficácia desta medida de segurança.

A iniciativa foi duramente criticada por diversos sectores. A oposição italiana diz que o Governo está a militarizar o país e os sindicatos da polícia qualifcaram a operação como uma “manobra de fachada”.