Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Greve paralisa aeroporto de Bruxelas

 Greve paralisa aeroporto de Bruxelas
Tamanho do texto Aa Aa

O tráfego aéreo no aeroporto de Bruxelas esteve praticamente parado esta segunda-feira devido a uma greve surpresa das duas empresas que asseguram o transporte de bagagens e de passageiros. A maioria dos voos foi cancelada. Algumas companhias aéreas foram obrigadas a aterrar em Amesterdão ou Liége.

Para milhares de passageiros o dia foi difícil. Uma passageira afirmou que “o pessoal do aeroporto não explica o que se passa, é pouco eficaz e mal-educado”. O protesto começou ontem às 19h00 por tempo indeterminado. Os trabalhadores da Aviapartner e Flightcare protestam contra as condições de trabalho e a política anti-social da empresa.

Um líder sindical afirmou que “desde o início das férias há falta de pessoal para transportar e descarregar as bagagens e que estão fartos de esperar pela resposta da administração”. Para complicar a situação, o aeroporto de Bruxelas anunciou que os passageiros só poderão recuperar as bagagens no fim da greve. As negociações entre os sindicatos e a administração decorrem desde as 7h00.