A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

EUA e Líbia a caminho da normalização completa das relações diplomáticas

EUA e Líbia a caminho da normalização completa das relações diplomáticas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Está levantada a última barreira para a normalização completa das relações diplomáticas entre a Líbia e os Estados Unidos.

Trípoli e Washington assinaram um acordo de indemnização às vítimas americanas e líbias do conflito entre os dois países nos anos 80.

David Welch, secretário de Estado adjunto para o Médio Oriente, diz ser “um dia muito importante para o relacionamento diplomático entre as nações. Com a assinatura do compromisso abre-se o caminho relações diplomáticas normais”, salienta.

O acordo prevê a criação de um fundo destinado a compensar as vítimas e as famílias, nomeadamente do ataque aéreo norte-americano a Trípoli e a Benghazi em 1986 que vitimou 41 pessoas, incluindo uma filha adoptiva do presidente líbio Muammar Kadaffi.

O acordo prevê também compensações em relação vítimas e famílias do atentado de Lockerbie, em 1988, assumido por Trípoli, que provocou 270 mortos.

No documento não existe referência à admissão de culpabilidade dos países.