Última hora
This content is not available in your region

Reconstrução da Geórgia custa 1,5 mil milhões de euros

Reconstrução da Geórgia custa 1,5 mil milhões de euros
Tamanho do texto Aa Aa

A Geórgia precisa de quase mil e 500 milhões de euros, para a reconstrução. O governo de Tbilissi pede a ajuda da comunidade internacional para reconstruir as infra-estruturas destruídas pelo conflito com a Rússia. Mas, para já, é a segurança que preocupa o director da OSCE (Organização para a Segurança e Cooperação na Europa), Alexander Stubb, de visita à região: “A boa notícia é que a ajuda parece ter sido desbloqueada. A ajuda vai cá chegar, vamos receber os alimentos. A má notícia é que a protecção civil não existe.”

Do lado osseta, a ajuda humanitária preparada pela ONU há vários dias, continua sem poder entrar no território. António Guterres, o Alto-comissário da ONU para os Refugiados está no terreno, para tentar avaliar a situação. Uma situação que é difícil, para muitas pessoas. ““Não tenho casa. Não tenho onde viver”, diz um habitante de Tskhinvali. E continua: “Os que ainda têm casa, quando chove, têm a água a entrar por todos os lados. Eu… perdi tudo.”

Os Estados Unidos estão a estudar o pedido de ajuda para a reconstrução da Geórgia. Quanto à União Europeia, já desbloqueou cinco milhões de euros de ajuda humanitária a enviar para o país. Sobretudo alimentos, instalações sanitárias, roupas, cobertores e abrigos para os refugiados, estimados em várias dezenas de milhar.