Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

EUA enviam marinha de guerra para o Mar Negro

EUA enviam marinha de guerra para o Mar Negro
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um contra-torpedeiro da marinha norte-americana está a atravessar o Mar Negro com um carregamento de ajuda humanitária rumo à Geórgia. O USS McFaul partiu do Mediterrâneo e passou o estreito dos Dardenelos e o Bósforo através de Istanbul.

O destino do carregamento, composto por milhares de cobertores, alimentos para crianças e produtos de higiene, é o porto gergiano de Poti. A este navio vão juntar-se outros dois vasos de guerra que estão a ser carregados com mais mantimentos num porto italiano.

A presença da marinha de guerra americana e de navios da NATO no Mar Negro provocou protestos por parte do estado maior do exército russo. O Kremlin afirma que as manobras não contribuem para a estabilização da região.

Entretanto, centenas de manifestantes pró-russos celebraram esta sexta-feira a chegada do primeiro navio russo à base de Sebastopol, proveniente das operações na Geórgia. O navio também era esperado por um grupo de de nacionalistas ucranianos e o encontro entre as duas facções resultou em alguns distúrbios.

A Ucrânia está ao lado da Geórgia no conflito contra a Rússia pela Ossétia do Sul. O presidente ucraniano anunciou a introdução de restrições aos movimentos navais russos a partir daquela base da Crimeia.

No entanto Iushenko garantiu que a frota russa do Mar negro vai permanecer na Crimeia até 2017, como foi como acordado.