A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Estados Unidos com menos um inimigo no Sul do Iraque

 Estados Unidos com menos um inimigo no Sul do Iraque
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

É um novo sinal de um possível acordo entre Washington e Bagdade para a retirada de tropas norte-americanas do Iraque.

O líder xiita radical, Moqtada Al-Sadr, anunciou a suspensão definitiva das operações da milícia do exército do Mahdi contra os soldados norte-americanos.

Sadr, que em tempos fora o inimigo número um de Washington no Sul Iraque, anunciara, no início de Agosto, que estava pronto a desarmar a guerrilha se a Casa Branca retirasse as suas tropas do país.

Bagdade tinha anunciado há dias que a saída dos norte-americanos poderia ocorrer o mais tardar em 2011, uma informação entretanto desmentida por Washington.

O líder xiita, acusado de ligações ao Irão, quer reorganizar uma parte da guerrilha, que deverá dedicar-se a tarefas sociais.

Um anúncio que deixa pressagiar as ambições políticas de Moqtada Al-Sadr, aproveitando-se da influência crescente face ao seu rival, o moderado ayatollah Ali Sistani.