Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Valentino em Veneza

 Valentino em Veneza
Tamanho do texto Aa Aa

Valentino é sempre vedeta…mesmo entre vedetas. Eeteve em Veneza, no Festivalde Cinema e pisou a passadeira vermelha, acompanhado de Eva Herzigova.

E mesmo tratando-se de um festival de cinema, Valentino remeteu para segundo plano, muitos cineastas e actores.

Esteve na estreia do documentário sobre a sua vida, feito pelo realizador americano Matt Tyrnauer

“Lamento, mas o filme reflecte exactamente o que eu sou, porque há momentos em que me irrito automaticamente, quando alguém me diz alguma coisa que não gosto, é um reflexo meu, do princípio ao fim”, atestou o costureiro.

Uma irritação que lhe passa com os prazeres da vida. E um deles, ainda hoje, é vestir mulheres.É um hedonista da beleza, como se confessa.

“Eu sempre gostei de vestir mulheres realmente bonitas. Entretantio, com o tempo aprendi a gostar de vestir mulheres que, talvez, não sejam bonitas, mas que têm qualquer coisa melhor que a beleza”, admitiu.

Esta quinta-feira, o japonês Takeshi Kitano apresentou a sua última obra. “Aquiles e a Tartaruga” confronta a criação artística com o criador e com o seu mercado.

Um filme que, como diz o cineasta, obriga o público a fazer escolhas.

Conta a história de um comerciante de arte que vende a obra de uma criança, como se fosse da autoria de um mestre consagrado.