A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Mexicanos unidos contra a violência

Mexicanos unidos contra a violência
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 150 mil pessoas manifestaram-se este sábado na cidade do México e em outros pontos do país contra uma vaga de raptos e crime violento que assola o território.

Embora desde há muito habituados à criminalidade, o rapto e assassínio recente de uma criança de 14 anos cujo corpo foi encontrado na mala de um carro, provocou a indignação geral.

O México é um dos países do mundo onde sucedem mais sequestros, a par de zonas como o Iraque ou a Colômbia. O número de raptos aumentou quase 40% entre 2004 e 2007.

A Polícia registou o ano passado 751 raptos mas segundo o Instituto Independente de Pesquisa mexicano o número terá ultrapassado os 7.000 sequestros. Os mexicanos querem pressionar a classe política a cumprir promessas para reduzir a criminalidade.