Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Mexicanos unidos contra a violência

Mexicanos unidos contra a violência
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 150 mil pessoas manifestaram-se este sábado na cidade do México e em outros pontos do país contra uma vaga de raptos e crime violento que assola o território.

Embora desde há muito habituados à criminalidade, o rapto e assassínio recente de uma criança de 14 anos cujo corpo foi encontrado na mala de um carro, provocou a indignação geral.

O México é um dos países do mundo onde sucedem mais sequestros, a par de zonas como o Iraque ou a Colômbia. O número de raptos aumentou quase 40% entre 2004 e 2007.

A Polícia registou o ano passado 751 raptos mas segundo o Instituto Independente de Pesquisa mexicano o número terá ultrapassado os 7.000 sequestros. Os mexicanos querem pressionar a classe política a cumprir promessas para reduzir a criminalidade.