A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

UE suspende negociação da parceria com Moscovo

UE suspende negociação da parceria com Moscovo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Enquanto a Rússia não retirar as suas forças da Geórgia, para a posição que ocupavam antes do dia 7 de Agosto, as negociações para a nova parceria estratégica entre a União e Moscovo estão suspensas. Os Vinte e Sete – mais unidos do que nunca – condenam, assim, “inequivocamente, a reacção desproporcionada da Rússia na Geórgia”.

Nicolas Sarkozy, o presidente em exercício da União, informou que, na próxima segunda-feira, se deslocará a Moscovo e a Tbilissi. Acompanhado de Durão Barroso e de Javier Solana, irá pedir aos russos “a aplicação escrupulosa do plano em seis pontos.”

Os Vinte e Sete exigem que o cessar-fogo seja consolidado e reafirmam o seu apoio à Geórgia. Um apoio que se verifica não só na retórica, mas também na prática, dizem: 15 milhões de euros de ajuda humanitária já foram desbloqueados pela União e pelos Estados membros.