A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Democratas reagem à convenção republicana

 Democratas reagem à convenção republicana
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os democratas esperaram pelo encerramento da convenção republicana, na noite passada, para reagirem aos ataques lançados do outro lado da barricada.

Joe Biden, o candidato democrata à vice-presidência da Casa Branca, referiu que o que o mais impressionou no discurso de John McCain foi o facto de que “ele não quer defender o passado, mas não tem uma ideia clara do que vai fazer no futuro.”

Sarah Palin também não escapou ao espírito crítico do rival. Biden reconheceu que o discurso da candidata republicana à vice-presidência da Casa Branca foi “muito bem escrito e muito bem proferido” e por isso impressionou-o, “mas também fiquei impressionado com o que não foi dito.”

“Não houve uma palavra sobre a classe média, sobre o sistema de saúde, sobre como as pessoas vão pagar os combustíveis, ou sobre a maneira como as crianças vão poder ir para a escola. Por isso ficou impressionado com o discurso, mas também com o que não ouviu dizer.”

Biden fez ainda questão de criticar a maneira como os meios de comunicação social e mesmo a ala mais conservadora do Partido Republicano reagiu à notícia da gravidez da filha de 17 anos de Sarah Palin, considerando-a “injusta” e “ultrajante”.

Quanto aos restantes temas, Biden fez questão de deixar claro que a candidatura democrata é a única que propõe uma verdadeira ruptura com as políticas da Casa Branca dos últimos oito anos.