A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Desorganização nas eleições legislativas de Angola

Desorganização nas eleições legislativas de Angola
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A desorganização está a marcar as legislativas em Angola. Os atrasos nas urnas de voto e a falta de cadernos eleitorais são alguns dos principais problemas.

A chefe da missão de observação da União Europeia descreve o escrutínio como um desastre, sobretudo, em Luanda. Também o líder da oposição, Isaias Samakuva, diz que a confusão está instalada.

O partido do poder liderado por, José Eduardo do Santos, apresenta uma versão bem diferente. O MPLA garante que o processo eleitoral decorre com normalidade. Uma versão corroborada por observadores africanos: “A primeira impressão é positiva em relação ao que aconteceu em 1992. Estas eleições acontecem seis anos mais tarde num ambiente tranquilo.”

As legislativas dão-se seis anos depois das forças militares da UNITA e do governo do MPLA terem assinado um acordo de paz.