Última hora
This content is not available in your region

Crise no Cáucaso deverá ser alvo de uma investigação

Crise no Cáucaso deverá ser alvo de uma investigação
Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia quer esclarecer a origem da crise no Cáucaso. Reunidos no sul de França, os chefes da diplomacia dos 27 deram, este sábado, luz verde à criação de uma comissão de investigação internacional.

O organismo ainda não foi escolhido. Vários ministros defendem que o inquérito deve ser feito pela OSCE – Organização para Segurança e Cooperação na Europa

O chefe de diplomacia francesa diz apoiar uma missão autónoma da Política Europeia de Segurança e Defesa, que numa primera fase poderá ser integrada nas missões da OSCE e das Nações Unidas.

Declarações que antecedem a deslocação do presidente francês, Nicolas Sarkozy, a Moscovo agendadas para segunda-feira.

O Alto Representante da Política Externa e de Segurança da UE, Javier Solana, lembra a guerra dos Balcãs para evocar a experiência e a eficácia da UE em missões de observação internacional, adiantando, que a única diferença é o local onde se efectuam.

A OSCE foi a única força a receber consenso internacional para actuar na região do conflito. A organização integra países tanto da União Europeia como da Rússia e Geórgia. Uma mais-valia para uma comissão que se pretende independente e isenta.