A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Bélgica investiga escândalo de carne estragada

 Bélgica investiga escândalo de carne estragada
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma investigação levada a cabo pela justiça belga conduziu à apreensão de mil e quatrocentas toneladas de carne estragada, na fronteira entre a Polónia a Ucrânia.

Segundo os primeiros dados do inquérito, a carne destinava-se a ser transformada na Ucrânia em salsichas e hamburgers, que seriam posteriormente reintroduzidos no mercado europeu.

A mercadoria seria acompanhada de certificados falsos, emitidos na Alemanha, Bélgica, França e Holanda, países afectados pela crise das dioxinas em 99.

Segundo o responsável pela agência sanitária belga, nenhum produtor nem comerciante belga, vai ser investigado pois não se trata de carne abatida durante o escândalo das dioxinas.

A imprensa belga sublinha que por detrás deste tráfico poderão estar empresas sediadas em paraísos fiscais, no Chipre e Seichelles. As autoridades ucranianas procuram entretanto um suspeito que se encontra em fuga no país.