Última hora
This content is not available in your region

Haia rejeita responsabilidade da Holanda no massacre de Srebrenica

 Haia rejeita responsabilidade da Holanda no massacre de Srebrenica
Tamanho do texto Aa Aa

O TPI rejeitou esta manhã a responsabilidade da Holanda no massacre de Srebrenica, em 1995.

Na queixa interposta junto do Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia, um grupo de sobreviventes do massacre acusa o batalhão holandês das Nações Unidas encarregue de proteger o enclave de Srebrenica, no este da Bósnia, de ter entregue milhares de refugiados muçulmanos às forças sérvias da Bósnia liderados por Ratko Mladic.

Recorde-se que o enclave de Srebrenica foi colocado sob a protecção da ONU até ao dia 11 de Julho de 1995, quando foi invadido pelas forças sérvias da Bósnia.

Cerca de 8000 muçulmanos, homens e crianças do sexo masculino, foram executados pelas tropas comandadas por Mladic, o criminoso de guerra mais procurado pelo TPI. Os cadáveres foram colocados em valas comuns.