Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

XL Airways desculpa-se pela falência

 XL Airways desculpa-se pela falência
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A direcção da XL Airways pediu desculpas pela falência da empresa e pelo transtorno causado aos passgeiros.
O XL Leisure Group, que detém a XL Airways, anunciou esta manhã o cancelamneto de todos os voos e aterrou todos os aviões, entrando em administração judicial.
Um porta-voz da empresa explicou que a queda da empresa ficou a dever-se ao elevado preço do petróleo e à grave conjuntura económica.
A falência da XL Leisure Group, terceira maior operadora turística do Reino Unido apanhou todos de surpresa.
Cerca de 65 mil passageiros britânicos ficaram bloqueados no exterior.
A XL que faz negócios sob vários nomes, incluindo Travel City Flights, anunciou que não conseguiu assegurar um pacote de ajuda financeira para continuar a operar.
A companhia voava para 50 destinos, a maioria no Mediterrâneo, mas também em localidades nos Estados Unidos e África. O ano passado transportou 2,3 milhões de pessoas.