Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Extrema-direita deverá aumentar votação na Áustria

 Extrema-direita deverá aumentar votação na Áustria
Tamanho do texto Aa Aa

Os austríacos votam hoje em legislativas antecipadas. Um escrutínio que deverá ficar marcado pelo reforço dos partidos de extrema-direita.

Segundo as sondagens, as duas principais formações políticas da Áustria perdem votos depois de não terem conseguido levar a bom termo a coligação governamental formada após as legislativas de 2006.

Os sociais-democratas liderados por Werner Faymann poderão descer de 35,7% para 29 . As intenções de voto nos conservadores situam-se nos 26 depois de há dois anos terem obtido 34%.

O cepticismo que rodeia os partidos tradicionais beneficia as restantes formações.

Os dois partidos de extrema-direita poderão chegar aos 25%, o que pode conduzir à repetição do cenário que há oito anos levou ao isolamento diplomático do país.

Em Fevereiro de 2000, a Áustria foi o primeiro país da União Europeia a integrar um partido de extrema-direita no governo.