Última hora
This content is not available in your region

Astronautas chineses aterram com sucesso na Mongólia

 Astronautas chineses aterram com sucesso na Mongólia
Tamanho do texto Aa Aa

Chegaram bem e estão sãos e salvos os três astronautas chineses que pela primeira vez passearam no espaço.

A missão de 68 horas da Shenzou VII, que em português quer dizer “nave divina”, terminou com sucesso na Mongólia Interior.

O primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, assistiu à aterragem no Centro de Controlo Espacial de Pequim, e congratulou os astronautas ao dizer que colocaram a China no grupo de três nações de elite que efectuaram o passeio no espaço.

O acontecimento é para o regime ditatorial chinês um triunfo e considerado como uma forma de legitimar a nível internacional os esforços de um país não democrático.

Zhai Zhigang e os outros dois astronautas são agora considerados heróis nacionais.

A aventura no espaço está lançada, as autoridades tem fortes ambições. Está a ser preparada uma missão exploratória na Lua, para ser concretizada até 2017, mas o grande passo será construir uma estação espacial inteiramente chinesa.

O presidente Hu Jintao garante que os objectivos são pacíficos.

A fim da missão da Shenzou VII surge a poucos dias da festa nacional de 1 de Outubro.