Última hora

Atentado visa militares no norte do Líbano

Atentado visa militares no norte do Líbano
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Norte do Líbano voltou a ser abalado por aquele que é o segundo atentado terrorista a visar o exército em menos de dois meses.

Pelo menos 5 pessoas morreram, entre soldados e civis e outras 30 pessoas ficaram feridas, depois de uma viatura armadilha explodir à passagem de um autocarro de transporte militar em Tripoli.

Segundo o exército, a acção que não foi reivindicada, destina-se a sabotar a paz e a reconciliação no território. A Síria, acusada no passado de estar por detrás da instabilidade no Líbano, condenou a acção assim como vários países da União Europeia.

A cidade de Tripoli tinha sido abalada entre Maio e Julho por confrontos violentos entre o exército sunita e um grupo armado pertencente à maioria alauíta na região, que provocaram 20 mortos.

Em Agosto, nove soldados e cinco civis tinham sido mortos na sequência de um atentado similar. No Sábado passado um atentado em Damasco tinha morto 17 pessoas. As autoridades sírias tinham atribuído a acção a extremistas islamistas originários de “um país vizinho”.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.