Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Europa recusa-se a punir a Rússia

 Europa recusa-se a punir a Rússia
Tamanho do texto Aa Aa

Manifestantes da Geórgia instalaram-se frente ao Conselho da Europa para mostrarem o seu descontentamento. Também no local permanecem, há dois dias, um grupo de Ossetas.

Ambos pretendem o apoio do conselho, que debate a crise no Cáucaso. Algumas medidas de punição da Rússia foram propostas, mas nenhuma foi adoptada. A maioria dos membros do conselho não pretendem punir a Rússia de forma tão radical, mas a minoria não concorda. A oito dias da retirada das tropas russas de território georgiano, a situação parece estar longe de estar resolvida.

O presidente da Assembleia Parlamentar da NATO insurgiu-se, esta quarta-feira, por soldados russos lhe terem apontado metralhadoras quando visitava um posto de controlo na Geórgia.

Em entrevista à Agência Lusa, José Lello assegura que os russo estão bem armados e que continuam a progredir no terreno numa atitude provocadora e geradora de grande tensão e de desestabilização na Geórgia.