Última hora
This content is not available in your region

Polémica marca arranque da "cimeira do G4"

 Polémica marca arranque da "cimeira do G4"
Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes das quatro maiores economias da Europa encontram-se hoje em Paris para definir uma estratégia comum face à crise financeira internacional.

Nicolas Sarkozy é o anfitrião da cimeira do G4 que junta a França, a Alemanha, a Itália e o Reino Unido e em que estará também presente, o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso.

Mas a reunião suscitou polémica muito antes de começar. O presidente do Parlamento Europeu sublinhou que as decisões têm de ser tomadas a 27, fazendo eco das críticas de outros Estados-membros.

Mas a controvérsia não se fica por aqui. A ideia avançada pela ministra francesa da economia de criar um fundo para ajudar os bancos europeus foi prontamente rejeitada pela chanceler alemã, Angela Merkel.

Uma ideia que também não seduziu o presidente do Banco Central Europeu, Jean Claude Trichet nem o primeiro-ministro britânico.

A chamada “cimeira do G4” deverá ainda servir para tecer críticas, pelos menos implícitas, à decisão da Irlanda de oferecer uma garantia de dois anos sobre os depósitos nos seis maiores bancos do país.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.