Última hora

Obama e McCain reagem à adopção do plano Paulson

 Obama e McCain reagem à adopção do plano Paulson
Tamanho do texto Aa Aa

As reacções dos dois candidatos à Casa Branca não se fizeram esperar depois da aprovação do plano Paulson no Congresso norte-americano, na sexta-feira.

Tanto Barack Obama como John McCain reconheceram que se trata de uma decisão importante, mas que não deixa de ser uma medida de transição.

Em campanha no Estado da Pensilvânia, o candidato democrata afirmou que “se se conseguir parar a crise com este plano, pô-lo em prática de forma eficaz e depois concentrarmo-nos em problemas mais vastos que afectam o cidadão comum, então nessa altura podemos voltar a pôr a economia do país no bom caminho”, concluiu.

John McCain reconheceu a importância da decisão mas fez questão de sublinhar que ela não é suficiente. “A decisão do Congresso é um torniquete, não é uma solução permanente. A economia norte-americana ainda está muito doente. São necessárias mais medidas e não devia ser preciso chegar a uma situação de crise para o país agir e para o Congresso tomar uma decisão bipartidária.”

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.