A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Estado alemão fará tudo para salvar Hypo Real Estate

 Estado alemão fará tudo para salvar Hypo Real Estate
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Reuniões de emergência entre governo, banco central e entidade reguladoras com o objectivo de debater um plano “B” para salvar da falencia o Hypo Real Estate, na Alemanha.

As instituições de crédito e seguradoras que concordaram financiar 25 % da operação de resgate retiraram-se do plano que ascendia a 35 mil milhões. O estado, comprometido a injectar 75 % dessa soma, está agora sozinho.

“O governo federal declara que não vai deixar que os problemas de uma única instituição financeira se tornem num problema para todo o sistema financeiro. Por isso estão a decorrer discussões para manter o Hypo Real Estate. Mais, os culpados destes actos irresponsáveis vão ser chamados a prestar contas”, disse Merkel.

O falhanço do plano inicial para salvar o banco alemão do colapso surge numa altura em que os líderes europeus se mostram divididos sobre um mecanismo de resgate financeiro a nível da União semelhante ao adoptado pelos Estados Unidos.

E justamente, a Alemanha de Angela Merkel é uma das vozes a liderar a opôr-se a um fundo de milhares de milhões de euros para evitar o colapso de instituições financeiras.

A Alemanha, a Itália, a França e o Reino Unido mais dirigentes europeus reuniram-se no Sábado em Paris para debater uma abordagem uma estratégia.

Concordaram não deixar cair os bancos na falência e pediram flexibilidade na aplicação de regras de ajuda do Estado às empresas.