Última hora
This content is not available in your region

Rússia aprova plano de ajuda ao sector bancário

Rússia aprova plano de ajuda ao sector bancário
Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento russo aprovou hoje um pacote de medidas para fazer face à crise financeira.

A conjuntura económica actual,associada à descida do preço do petróleo e ao risco de explosão da “bolha” imobiliária, ameaça seriamente a economia do país.

O governo prevê agora a injeccção de 36 mil milhões de euros para refinanciar a dívida externa dos principais bancos e companhias.

Vinte e seis mil milhões de euros vão ser afectados aos principais bancos, através dos chamados “empréstimos subordinados”, com um calendário de reembolso alargado.

Segundo o porta-voz da câmara baixa do Parlamento russo, “estas medidas destinam-se a estabilizar a liquidez dos bancos e proteger as poupanças dos contribuintes”.

As duas bolsas de Moscovo voltaram hoje a suspender a actividade, depois de terem caído mais de 58% desde o início do ano.

A inquietação que assola o mercado bancário, levou hoje vários bancos, a apelarem aos seus clientes para tentarem liquidar as hipotecas, em previsão de uma queda do imobiliário de mais de 30%.