Última hora
This content is not available in your region

Brown anuncia nacionalização parcial de três grandes bancos britânicos

Brown anuncia nacionalização parcial de três grandes bancos britânicos
Tamanho do texto Aa Aa

O governo britânico vai investir 47 mil milhões de euros no sistema bancário nacional para fazer face à crise. O alvo serão três grandes bancos, como revelou esta manhã o primeiro-ministro.

Gordon Brown reconhece que é uma medida sem precedentes mas essencial, não só para os economistas e peritos financeiros. O chefe de governo evocou a importância para as famílias britânicas. E adiantou: “Em tempos de crise, com os mercados financeiros a pararem de trabalhar, o governo não pode deixar as pessoas no meio da tempestade. Para os pequenos empresários, pequenos investidores e proprietários, num mundo instável e incerto, devemos ser o rochedo de estabilidade sobre o qual o povo britânico pode contar”.

Para tentar acalmar a City, Londres vai entrar no capital de três grandes bancos, entre eles HBOS e Lloyds. Se conseguirem concretizar a fusão, as duas instituições vão poder aumentar o capital em mais de 21 mil milhões de euros. No final, o governo vai deter 43% das acções.

A maior soma vai para o Royal Bank of Scotland, cujo director geral está de saída. Serão 25 mil milhões de euros, em troca de 60% do capital.

Mas em troca de ajuda, Londres exige que os bancos congelem o pagamento de dividendos e o aumento dos salários dos dirigentes e ajudem quem quer comprar casa e as pequenas empresas.