A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Paris injecta 10.500 milhões de euros nos seis maiores bancos franceses

 Paris injecta 10.500 milhões de euros nos seis maiores bancos franceses
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Estado francês vai injectar até ao fim do ano dez mil e quinhentos milhões de euros nos seis maiores bancos do país.

As maiores fatias vão para o Crédit Agricole, o BNP Paribas e a Société Générale. As outras instituições beneficiadas são o Crédit Mutuel, a Caisse d’Epargne e o Banque Populaire.

A ministra francesa das Finanças justificou a medida com a necessidade dos bancos estarem “em condições de financiar correctamente a economia”. Christine Lagarde explicou que a injecção de fundos será feita através da emissão de títulos de dívida subordinada, o que significa que o Estado francês não se tornará accionista dos bancos em questão.

Paris está ainda disposta a voltar a injectar o mesmo montante em 2009, caso “persistam as tensões do mercado”.

Uma sondagem publicada esta segunda-feira revela que a maioria dos franceses não acredita na eficácia do plano de apoio ao sector bancário.