Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Juízes espanhóis em greve

 Juízes espanhóis em greve
Tamanho do texto Aa Aa

Juízes e secretários judiciais espanhóis estiveram esta terça-feira em greve contra o que chamam de ingerências do executivo na Justiça.

Tudo porque o Juíz e a secretária judicial do caso Mari Luz Cortês não executaram a sentença contra Santiago del Vale, o pedófilo, por abusos sexuais da filha aos 8 anos.

O juíz foi condenado a pagar 1500 euros e a secretária foi suspensa do serviço por dois anos, sem salário.

Uma secretária judicial esclarece que estão a lutar por uma causa justa, pois a colega é uma boa profissional e a culpa é do sistema judicial e não das pessoas.

Se a sentença contra Santiago del Valle tivesse sido proferida em tempo útil, talvez a pequena Mariluz estivesse ainda hoje em vida. Por isso, o executivo sentiu-se indignado e formas de sanção mais pesadas estão em análise.

O ministro espanhol da Justiça lembra que ninguém pode ficar acima da lei. Quando uma negligência grave é cometida, os responsáveis têm de ser punidos.

Fora questões processuais, o pai de Mari Luz Cortês anunciou entretanto que está ser preparada uma mini-série de televisão sobre o rapto e morte da menina.