Última hora
This content is not available in your region

Nova vitória jurídica para Mudjahidines do Povo do Irão

Nova vitória jurídica para Mudjahidines do Povo do Irão
Tamanho do texto Aa Aa

É a segunda vitória jurídica para os Mudjahidines do Povo, em menos de seis meses. O Tribunal Europeu de Justiça anulou a decisão dos Vinte e Sete que, em Dezembro último, congelaram os bens do grupo iraniano de oposição. Além disso, a União Europeia mantém o grupo na lista europeia das organizações terroristas, apesar de, em Junho, um tribunal do Reino Unido ter decidido retirá-lo de uma lista nacional semelhante.

Maryam Rajavi espera que a decisão do Tribunal do Luxemburgo seja suficiente para que os Vinte e Sete retirem, de uma vez por todas, o grupo da lista dos terroristas. A dirigente do braço político do movimento acusa a Europa de “apaziguar” Teerão, mantendo os Mudjahidines do Povo na lista negra.

A lista é actualizada duas vezes por ano. Em Julho último, os Vinte e Sete tinham invocado “novos elementos” para aí manterem o grupo. Os juízes consideram, contudo, que a decisão não foi “suficientemente motivada”.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.