A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

CAI retira proposta para a compra da Alitalia

 CAI retira proposta para a compra da Alitalia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O fim parece nunca ter estado tão próximo para a Alitalia. A Companhia Aérea Italiana (CAI), nome do consórcio de grandes empresários italianos, retirou, esta sexta-feira, a oferta de compra da Alitalia, que se encontra à beira da falência, depois de nova ruptura com os sindicatos.

O consórcio de empresários tinha até à meia-noite para apresentar uma proposta para a compra da Alitalia, sem a qual a companhia aérea perde a licença de voo.

Um representante do sindicato dos pilotos refere que “não houve apoio suficiente nem dos sindicatos nem do governo. Eu não vi nada de concreto por parte do governo”, conclui.

A decisão da CAI é explicada pela recusa do acordo sobre os contratos de trabalho e sobre os critérios de selecção de pessoal por parte dos sindicatos de pilotos, de assistentes de voo e algumas categorias de pessoal de cabina.

Um princípio de acordo tinha, no entanto, sido aprovado pelas três maiores centrais sindicais do país.