Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Luta renhida na recta final da campanha norte-americana

Luta renhida na recta final da campanha norte-americana
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

É o tudo por tudo a quatro dias das presidenciais norte-americanas. Entre gafes e golpes baixos, Barack Obama e John McCain procuram convencer os últimos indecisos. Segundo uma sondagem, apenas 5% dos eleitores não sabe ainda em quem votar.

Desesperado por inverter a desvantagem face a Obama, John McCain vê-se obrigado a recorrer a todos os argumentos. Mas, por vezes, a estratégia falha. Em Defiance, no Ohio, McCain esperava o auxílio de “Joe- o canalizador”, mas a mascote republicana deixou o candidato desamparado…

Perante a multidão, McCain chamou Joe para o palco, mas o canalizador não se encontrava no local.

Depois do embaraço, Joe acabou por aparecer, mas num outro comício. “Joe – o canalizador”, que até não é canalizador e não será afectado pela política económica democrata, veio defender a participação eleitoral, anunciando que o seu voto iria para John McCain, que diz ser o verdadeiro americano.

Ao recorrerem a “Joe- o canalizador”, os conselheiros de John McCain tiveram de usar um argumento velho de três semanas. Na altura, Joe tinha interpelado expressamente Obama por forma a criar dúvidas sobre o verdadeiro impacto do plano económico do candidato democrata.