Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Polícia francesa detém activistas

Polícia francesa detém activistas
Tamanho do texto Aa Aa

A polícia antiterrorista francesa deteve dez activistas no quadro da investigação dos actos de sabotagem nas catenárias das linhas férreas que ligam Paris a outras cidades. Trezentos polícias estiveram envolvidos na operação que conduziu às detenção, duas delas em Paris. O ministro do interior francês informou que se suspeita que os activistas pertençam a um movimento político ligado à extrema-esquerda, pró-anarquista. Grupos como este têm vindo a reivindicar actos contra os comboios que transportam detritos nucleares.

Os sindicatos rejeitam a informação que tem vindo a ser veiculada de que os sabotadores teriam experiência em alta tensão e que seriam trabalhadores dos caminhos-de-ferro.

No norte de França, a circulação de comboios de grande velocidade tem estado bastante perturbada. Em vários locais, estruturas de ferro das utilizadas no betão armado, foram ligadas às catenárias com cadeados para provocar a ruptura dos cabos de alimentação com a passagem dos comboios.

Para tranquilizar os passageiros, a SNCF promete vigilância mais apertadas das linhas férreas.