Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

China e Cuba reforçam os laços económicos

 China e Cuba reforçam os laços económicos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Hu Jintao esteve em Havana esta quarta-feira onde foi recebido pela primeira vez por Raúl Castro enquanto líder máximo cubano.

O presidente chinês também se avistou com “El Comandante” Fidel Castro que, apesar de não aparecer em público desde Julho de 2006, continua a seguir a evolução da política cubana e internacional.

Os dois países assinaram, entre outros, um acordo no valor de 70 milhões de dólares para a modernização dos hospitais cubanos e também firmaram uma reestruturação da dívida cubana contraída nos anos 90.

Depois da Venezuela, a China é o segundo maior parceiro comercial de Cuba, tendo o valor das trocas entre os dois países atingido os 2,6 milhões de dólares em 2007.

Talvez por isso, Raul Castro tenha resolvido brindar a comitiva chinesa com uma canção de homenagem a Mao Tze Tung, que aprendeu há 55 anos durante um congresso de jovens comunistas.