Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Aguarda-se decisão da justiça checa sobre Tratado de Lisboa

Aguarda-se decisão da justiça checa sobre Tratado de Lisboa
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Europa aguarda a decisão do Tribunal Constitucional Checo. Esta terça-feira, os juízes da República Checa vão decidir da constitucionalidade do Tratado de Lisboa. A constitucionalidade do texto foi posta em dúvida pelo partido no poder.

O primeiro-ministro, embora não seja um grande defensor do Tratado, está disposto a levá-lo à ratificação parlamentar, se o Tribunal Constitucional assim o decidir. Mirek Topolanek admite, contudo, que o processo não estará terminado antes do início da presidência checa da União, que entra em vigor a 1 de Janeiro próximo. Tanto mais que a ratificação não se adivinha fácil. O próprio presidente da República deixa pairar a dúvida sobre se assinará ou não o Tratado, após a sua ratificação pelos deputados. Vaclav Klaus, o único político a congratular-se com o “não” dos irlandeses, diz que não é preciso discutir o assunto enquanto a Irlanda não mudar de opinião. A República Checa é o único país que não abriu sequer o processo de ratificação do Tratado de Lisboa.