Última hora
This content is not available in your region

Mulher de Hu Jia impedida de receber visita de eurodeputada

Mulher de Hu Jia impedida de receber visita de eurodeputada
Tamanho do texto Aa Aa

A eurodeputada alemã Helga Trüper foi impedida de visitar a mulher do ciberdissidente chinês, Hu Jia. Jia foi preso, há cerca de um ano, acusado de subversão. Em Pequim, a eurodeputada tentou encontrar-se com Zeng Jynyan, a mulher do ciberdissidente, mas foi impedida pela polícia – o que, para a eurodeputada, é a prova de que Zeng Jinyan se encontra, na prática, em prisão domiciliária. “O Parlamento Europeu atribuiu o Prémio Sakharov para a liberdade de pensamento a Hu Jia. Há dois anos, tive a possibilidade de encontrar-me com Zeng Jinyan, aqui, em Pequim. Por isso, hoje, gostaria de visitá-la. Trouxe um presente para o bebé e vou tentar falar com ela”, explicou Helga Trüper.

A eurodeputada não conseguiu oferecer o peluche, mas acabou por falar ao telefone com Zeng Jinyan, que lhe disse que não podia sair de casa, onde vive com as duas filhas, uma das quais bebé. A comitiva foi, depois, afastada da urbanização, pela polícia. Hu Jia utilizava a internet para exprimir as suas ideias de defesa dos doentes de sida, da autonomia do Tibete e outras causas que não agradam ao regime de Pequim. Foi preso após uma vídeo-conferência com o Parlamento Europeu.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.