Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

China anula reunião com UE em protesto contra visita do Dalai Lama

China anula reunião com UE em protesto contra visita do Dalai Lama
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A situação no Tibete volta a inflamar as relações entre a China e a União Europeia.

Pequim decidiu anular a cimeira bilateral anual agendada para o início de Dezembro, em França, em protesto contra os encontros previstos entre vários responsáveis europeus e o Dalai Lama.

O presidente francês Nicolas Sarkozy, que assume a presidência rotativa do Conselho da União, afirmou já que vai manter o encontro com o líder espiritual tibetano, agendado para dia 6 de Dezembro na Polónia.

Pequim deixa entender que a situação poderá afectar as discussões sobre a crise económica.

A pressão da China durante os Jogos Olímpicos tinha levado o presidente francês a evitar encontrar-se com o responsável tibetano em França, em Agosto passado, tendo enviado a primeira-dama, Carla Bruni.

Sarkozy tinha feito depender a sua presença em Pequim da reabertura das negociações de paz entre os líderes tibetanos e o governo chinês, que entretanto se mantêm num impasse.

A Chanceler alemã, Angela Merkel, tinha conhecido a outra face da moeda da diplomacia chinesa, que anulou várias reuniões bilaterais, em Setembro, depois da recepção do Dalai Lama em Berlim.