A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Gordon Brown promete rever protecção de menores após caso de incesto

Gordon Brown promete rever protecção de menores após caso de incesto
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Reino Unido está incrédulo com o caso de um homem que violou durante 25 anos as duas filhas e as engravidou 19 vezes.

O primeiro-ministro Gordon Brown anunciou que vai rever o sistema de protecção de crianças.

O caso foi julgado por um tribunal de Sheffield. O procurador da coroa comenta o caso.

“O abuso de que estas mulheres foram alvo vai para além da compreensão. No tratamento que deu às vítimas, o arguido mergulhou nas mais profunda depravação. Ele recusou mesmo aparecer em tribunal e enfrentar as vítimas, ouvir o caso contra ele e escutar o juiz a sentenciá-lo”, anunciou.

Foi condenado a 25 prisões perpétuas e cumpre um mínimo de 19 anos atrás das grades.

O sistema de protecção de menores está a ser seriamente equacionado pois as duas irmãs terão contactado uma linha de apoio à criança mas recuaram por receio de ficar sem os filhos, 9 no total.

As restantes 10 gravidezes foram malsucedidas ou abortadas.

Um caso que traz à memória os crimes de que o austríaco Joseph Fritzl é acusado, por alegadamente ter mantido presa e violado a filha durante 24 anos.