Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

PSE aprova manifesto para as eleições europeias de Junho

PSE aprova manifesto para as eleições europeias de Junho
Tamanho do texto Aa Aa

O panfleto vermelho com que Poul Nyrup Rasmussen acena é o manifesto com o qual os socialistas esperam ganhar as eleições europeias de Junho. Reunidos em Madrid, no congresso do PS Europeu, os socialistas acreditam que é possível e acusam os conservadores de fé cega no mercado, como se depreende das palavras de Poul Nyrup Rasmussen, presidente do Partido Socialista Europeu: “Durante demasiados anos, o mercado financeiro e especulativo esteve no topo, e a vida real, a economia real passou para segundo plano. É por isso que agora estamos em crise. Não só no mercado financeiro – mas também no mercado de trabalho. Queremos transformar a situação actual numa relação saudável: queremos que o mercado financeiro esteja ao nosso serviço, em vez de ser o nosso mestre. Queremos que aceitem a nossa democracia.”

O manifesto, aprovado por larga maioria, intitula-se: “As pessoas primeiro. Um novo rumo para a Europa”. Com o texto, os socialistas prometem uma Europa mais social, mas comprometem-se a relançar a economia, a lutar contra as mudanças climáticas e a desenvolver uma política de imigração eficaz.

O manifesto servirá de base a cada um dos programas eleitorais nacionais que os socialistas irão submeter aos eleitores dos Vinte e Sete, nas eleições europeias de Junho próximo. Os socialistas são, actualmente, a segunda maior força do Parlamento Europeu, atrás dos conservadores do Partido Popular.