Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Liberais ganham vantagem nas legislativas romenas

Liberais ganham vantagem nas legislativas romenas
Tamanho do texto Aa Aa

O resultado das legislativas romenas anuncia-se renhido entre o partido de centro-direita do presidente Traian Basescu e a oposição de esquerda dos sociais-democratas.

Os resultados provisórios, apontam para uma ligeira vantagem de um por cento do Partido Democrata Liberal (PDL), face aos sociais-democratas (PSD) que recolhem até agora 33%.

Com as duas formações distantes de uma maioria, o próximo governo deverá resultar de uma coligação entre rivais.

Segundo alguns analistas, o presidente poderá nomear Emil Boc, o líder do PDL, para o lugar de primeiro-ministro, dada a proximidade entre os dois homens.

Mas o peso eleitoral da oposição de esquerda, deixa em aberto o cenário de um governo de unidade nacional.

O PSD de Mircea Geoana tinha já festejado a vitória anunciada pelas sondagens, como um regresso ao poder após 4 anos de oposição.

Mas os escândalos de corrupção que atingem a formação ameaçam a imagem de um país pressionado a resolver o problema pela União Europeia.

O sufrágio de ontem contou com uma participação de apenas de 39%, a mais baixa de sempre desde a queda do regime comunista no país, em 1989, e com denúncias de compra de votos dos vários campos adversários.

O próximo governo terá como desafio combater a crise. Depois de oito anos de crescimento a Roménia poderá ter apelar ao FMI para poder saldar uma dívida externa que supera os 75 mil milhões de dólares.