Última hora

Última hora

Três maiores fabricantes de automóveis nos EUA pedem ajuda superior a $30 mil milhões e anunciam supressão de empregos

Em leitura:

Três maiores fabricantes de automóveis nos EUA pedem ajuda superior a $30 mil milhões e anunciam supressão de empregos

Três maiores fabricantes de automóveis nos EUA pedem ajuda superior a $30 mil milhões e anunciam supressão de empregos
Tamanho do texto Aa Aa

Os três maiores construtores de automóveis dos Estados Unidos voltaram a pedir ajuda para evitar a falência.

A General Motors, a Ford e a Chrysler apresentaram ao Congresso os planos de reestruturação de cada fabricante onde consta uma eventual ajuda pública de 25 mil milhões de dólares.

Os próprios democratas estão divididos quanto à aprovação, mas a presidente da Câmara dos Representantes está confiante.

Nancy Pelosi considera que tem de haver uma intervenção do Congresso. A falência não é uma solução. Mas são necessárias garantias para o futuro, um novo modelo de gestão, e também uma alteração nas compensações.

Os últimos números são assustadores. As vendas estão a baixar há 13 meses consecutivos e só em Novembro caíram 37%.

A General Motors anunciou a supressão de mais de 31 mil empregos até 2012 só na América da Norte.

Os construtores já tinham pedido ajuda pública há 15 dias, sob a ameaça de falência, mas o Congresso chumbou o documento e exigiu mais garantias.

Os três fabricantes de automóveis dão emprego a um em cada dez norte-americanos.