Última hora
This content is not available in your region

Gays acusam Vaticano de apoiar pena de morte

 Gays acusam Vaticano de apoiar pena de morte
Tamanho do texto Aa Aa

Várias centenas de homossexuais manifestaram-se, este sábado, na Praça de São Pedro, para protestarem contra a decisão do Vaticano de não apoiar a proposta apresentada pela França, na ONU, para despenalização universal da homossexualidade.

Os manifestantes lembram que há ainda nove países onde esta prática é punida com a pena de morte e acusam:

“O Vaticano está a cometer um erro porque com esta decisão está a apoiar a pena de morte, tortura e prisão de pessoas como eu, e estes rapazes e raparigas que aqui estão”, afirma um activista.

As associações de homossexuais afirmam que ao considerar a homossexualidade como um delito, a Igreja Católica apoia indirectamente a pena de morte.

O projecto apresentado pela França de Declaração sobre a Orientação Sexual e Identidade de Género foi redigido em co-aoutoria com cerca de uma dezena de países de todos os continentes.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.