Última hora
This content is not available in your region

Muçulmanos juntam-se no Monte Arafat para o momento alto do Hajj

 Muçulmanos juntam-se no Monte Arafat para o momento alto do Hajj
Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de milhares de muçulmanos juntam-se no Monte Arafat, cumprindo o ritual mais importante do “Hajj”, a peregrinação anual a Meca, na Arábia Saudita.

A maré humana composta pelos quase três milhões de fiéis vindos de todo o Mundo converge desde a madrugada sobre o também chamado “Jebal Al-Rahma”, ou Monte da Misericórdia, onde o profeta Maomé pronunciou o último sermão, há mais de 14 séculos.

Ao fim do dia, os peregrinos dirigem-se ao vale de Muzdalifah para passar a noite. Amanhã, voltam ao Vale de Mina – ponto de partida para o Monte Arafat – para cumprir o ritual de sacrifício de uma ovelha, que marca o início da festa de Al-Adha.

Até ao momento, a peregrinação a Meca decorreu sem incidentes, protegida por cem mil polícias sauditas mobilizados para o efeito.

Mas o momento mais perigoso é o ritual da lapidação do Diabo, que encerra a viagem espiritual e que, no passado, foi palco de mortíferos movimentos de massas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.