Última hora
This content is not available in your region

UE lança missão "Atalanta" contra pirataria na costa da Somália

 UE lança missão "Atalanta" contra pirataria na costa da Somália
Tamanho do texto Aa Aa

Está lançada a primeira operação naval da história da União Europeia. A missão “Atalanta” tem como objectivo dissuadir, prevenir e reprimir os ataques de pirataria ao largo da Somália, quando os piratas demonstram uma maior coordenação e um raio de acção cada vez mais alargado.

A missão só estará operacional dia 16, quando chega o navio almirante grego ao Golfo de Aden. Pela zona, com uma superfície de um milhão de quilómetros quadrados, passam 12% do comércio marítimo e 30% do petróleo bruto mundial.

A frota europeia, acompanhada por meios aéreos e sob mandato da ONU, vai vigiar as águas ao largo do Corno de África em colaboração com a operação da NATO e de outros países, como a Rússia e Malásia.

O centro de comando ficará instalado no Reino Unido e sob responsabilidade do almirante Philip Jones, que explica: “os piratas são muito ágeis, apreendem depressa, adaptam sempre novas técnicas para contornar a nossa estratégia para os deter. Por isso, devemos ser ágeis também, tirar lições das operações realizadas e mobilizar as nossas forças nesse sentido”.

Este ano os piratas já atacaram uma centena de navios, o dobro em relação ao ano passado. Entretanto, a comunidade internacional tem de resolver o quebra-cabeças jurídico para os deter e julgar.