Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Manifestações contra o governo grego alastram a varias cidades europeias

Manifestações contra o governo grego alastram a varias cidades europeias
Tamanho do texto Aa Aa

A revolta grega voltou a espalhar-se a várias cidades europeias. Em Itália, as representações diplomáticas gregas em Roma e em Bolonha foram palco de manifestações que degeneraram em confrontos com a polícia.

Pelo menos cinco agentes da autoridade e um militar ficaram feridos, depois dos manifestantes terem retaliado com pedras a intervenção da polícia. Outras manifestações decorreram sem incidentes frente aos consulados gregos em Nápoles, Florença e Veneza.

Em Espanha, pelo menos 11 pessoas foram detidas e vários polícias ficaram feridos na sequência de manifestações em Madrid e Barcelona. Cerca de duzentas pessoas atacaram uma esquadra de polícia na capital. Em Barcelona 400 pessoas manifestaram-se no centro da cidade contra a morte de um jovem grego em Atenas, atribuída a uma bala perdida, os manifestantes vandalizaram várias agências bancárias.

Os mesmos incidentes repetiram-se em Berlim, Londres e Paris. Na Dinamarca, pelo menos 60 pessoas foram detidas depois da polícia ter tentado dispersar uma manifestação de centenas de pessoas em Copenhaga para impedir o acesso à embaixada grega na cidade.