Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

África do Sul: COPE elege Lekota como presidente

África do Sul: COPE elege Lekota como presidente
Tamanho do texto Aa Aa

O antigo ministro da Defesa da África do Sul e dissidente do ANC, o Congresso Nacional Africano, Mosiuoa Lekota, foi eleito presidente do COPE, a nova formação política O Congresso do Povo.

Lekota, a quem chamam também “Terror” pela agressividade a jogar futebol quando era novo, abandonou o partido no poder em Outubro. Divergências com a direcção do ANC levaram-no a demitir-se e a criar o COPE. Lekota disse no encerramento da primeira conferência nacional que o COPE é o partido do futuro da África do Sul. O novo líder esteve preso entre 1974 e 82 por actos de conspiração contra o regime do “Apartheid”, chefiou a pasta da Defesa em dois governos de Thabo Mbeki. O COPE concorre nas eleições do ano que vem e pretende destronar o ANC. Segundo os responsáveis, estão inscritos quase 500 mil militantes. Os líderes do Congresso do Povo acusam o Congresso Nacional Africano de trair os princípios do movimento de libertação pois a liberdade de pensamento foi suprimida através da destituição de todos os membros que tenham opiniões contrárias a Thabo MBeki, o presidente do partido.