Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Outro duro golpe contra máfia siciliana

Outro duro golpe contra máfia siciliana
Tamanho do texto Aa Aa

A polícia deteve 99 nove pessoas suspeitas de tentar reorganizar a “cosa nostra”. A operação das autoridades italianas teve início na madrugada e envolveu 1200 agentes, helicópteros, unidades especiais antinarcóticos e desenrolou-se em inúmeras regiões da Sicília e a da Toscana.

Os detidos são acusados de extorsão, de tráfico de armas e de droga e de associação criminosa. Os suspeitos mais importantes foram interpelados em Palermo, na Sicília. De acordo com as autoridades, a “cosa nostra” tentava restabelecer a cúpula directiva, desmembrada há algum tempo. As investigações desenrolavam-se já há nove meses. O procurador especial anti-mafia do distrito de Palermo considera que foi dada uma machada na cosa nostra. “Esta operação enfraqueceu a máfia siciliana. Bom… ao dizer enfraquecer é um pouco redutor… podemos dizer que a colocou numa crise profunda”, disse. A máfia italiana encontrava-se sem direcção depois da detenção de Salvatore Lo Piccollo, em 2007, que havia tentado dirigir os tentáculos criminosos após a prisão do grande chefe Bernardo provenzano, um ano antes.