Última hora

Última hora

Centenas de pessoas já chegaram ao mausoléu da família Bhutto, mas muitas mais são esperadas...

Em leitura:

Centenas de pessoas já chegaram ao mausoléu da família Bhutto, mas muitas mais são esperadas...

Centenas de pessoas já chegaram ao mausoléu da família Bhutto, mas muitas mais são esperadas...
Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 35 mil pessoas devem prestar, este sábado, homenagem à ex-primeira-ministra paquistanesa, Benazir Bhutto, assassinada há um ano… “Estamos aqui para assinalar o primeiro aniversário da morte de Benazir Bhutto. Sentimos muito a falta da nossa líder. Nunca houve ninguém como a nossa líder Benazir Bhutto. Não houve, nem há”, diz uma cidadã paquistanesa.

O viúvo de Bhutto, eleito, em Setembro, presidente do Paquistão e o filho já chegaram à aldeia de Garhi Khuda Bakhsh. Os dois, que dividem a liderança do Partido do Povo Paquistanês, vão participar na cerimónia de homenagem. Benazir Bhutto, de 54 anos, foi vítima de um atentado em Rawalpindi. Um terrorista atingiu-a, antes de detonar a carga explosiva que transportava. Um ataque suicida que matou vinte pessoas.