Última hora

UE apela a uma trégua de 48 horas

UE apela a uma trégua de 48 horas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma trégua de 48 horas. É o que pedem os ministros da diplomacia dos 27 a Israel.

O Estado hebreu, ainda, não se pronunciou, mas as próximas horas podem ser decisivas. Reunidos de emergência em Paris, os ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia procuram, desta forma evitar uma nova escalada do conflito. A pressão internacional sobre Israel é cada vez maior. O ministro dos Negócios Estrangeiros britânico considera que a União Europeia tem um papel fundamental neste processo. David Miliband destaca o apelo ao cessar fogo e a resolução da crise humanitária, adiantando, que os 27 estão prontos para fornecer comida, medicamentos e combustível à população. Para garantir que a entrada de ajuda humanitária, o chefe de Estado Francês reune-se esta quinta-feira, em Paris com a ministra dos Negócios Estrangeiros israelita . A trégua de 48 horas é vista como uma oportunidade para suspender as operações antes de uma eventual incursão terrestre no enclave palestiniano.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.